Accessibility links

Breaking News

A luta contra o tráfico humano exige uma resposta global


Kamala Harris, vice-presidente, na Conferência de Segurança de Munique, Alemanha, 19 Fevereiro 2022.

O tráfico de pessoas é um crime horrível. Durante a recente reunião anual da Força de Trabalho Interinstitucional do Presidente para Monitorar e Combater o Tráfico de Pessoas, a vice-residente Kamala Harris disse que “o tráfico de seres humanos acontece tanto no exterior quanto aqui nos Estados Unidos”.

A vice-presidente Harris pediu “sérias consequências e responsabilidade para aqueles que cometem esses crimes” e destacou os principais pilares dos esforços antitráfico dos EUA e a nível global: prevenção, protecção, acusação e parcerias entre Governo, empresas e líderes sem fins lucrativos, bem como aqueles com experiência de tráfico de seres humanos.

A nível mundial, o tráfico de pessoas é uma indústria de 150 mil milhões dólares por ano. A secretária do Tesouro, Janet Yellen, disse que “o facto de os traficantes de seres humanos lavarem seu dinheiro através de empresas de fachada ou criptomoedas, ou mesmo bancos tradicionais, não é o pior aspecto de seus crimes, mas geralmente é a maneira mais eficaz de os apanhar”.

Nos últimos seis anos, o Departamento do Tesouro esforçou-se para identificar os padrões de tráfico de pessoas através dps fluxos de dinheiro. O Departamento trabalhou com várias instituições financeiras, incluindo centenas de bancos, procurando bloqué-las no sistema financeiro e expor os seus crimes. O Departamento do Tesouro também fez parceria com os Departamentos de Justiça e Segurança Interna para ajudar a indústria de jogos a reconhecer as vítimas de tráfico humano e lavagem de dinheiro nos casinos. O Tesouro iniciou o processo para expor a propriedade de certas empresas de fachada, onde os ganhos ilegais do tráfico de seres humanos podem ser escondidos.

A secretária do Tesouro Janet Yellen também destacou os esforços do Departamento do Tesouro para ajudar as vítimas que tiveram os seus documentos de identificação retirados por traficantes, obter acesso ao sistema financeiro e recomeçar as suas vidas.

O secretário de Estado Antony Blinken, que presidiu a reunião, destacou a natureza global do crime e a necessidade de uma coligação global para enfrentá-lo. Ele também enfatizou a necessidade de “se encontrar outras formas de pressionar efectivamente os Governos que se envolvem ou permitem o tráfico de pessoas, como a China, Cuba, Coreia do Norte, Rússia”.

Diante de um mal tão “hediondo e lucrativo”, a vice-presidente Harris concluiu: “Será necessário que todos nós acabemos com o tráfico de seres humanos”.

XS
SM
MD
LG