Accessibility links

Breaking News

Apelo à responsabilização e reformas no Líbano


Protesto anti-Hezbollah em frente ao Palácio da Justiça em Beirute, Líbano com manifestantes segurando fotos de Lokman Slim, activista político xiita e pesquisador, encontrado morto dentro do seu carro (Fev 2021)

Os Estados Unidos apoiam o povo libanês nos seus contínuos apelos pela responsabilização dos políticos e reformas no país.

A 4 de Fevereiro, Lokman Slim, um activista que corajosamente defendeu a liberdade de expressão e a participação cívica, foi encontrado morto no seu carro no sul do Líbano. Levara cinco tiros.

Os Estados Unidos condenam o assassinato brutal de Lokman Slim.

Editor e documentarista, Slim era um xiita que se manifestou contra as tácticas violentas do Hezbollah apoiado pelo Irão no Líbano.

A embaixadora dos Estados Unidos no Líbano, Dorothy Shea, observou os perigos que enfrentou: “Lokman Slim reconheceu publicamente e em particular que havia ameaças sendo feitas contra a vida dele e, ainda assim, ele bravamente continuou a pressionar por justiça, responsabilização e Estado de direito no Líbano”, lembrou a embaixadora.

O secretário de Estado Antony Blinken referiu-se ao assassinato de Slim como "um crime hediondo". Em comunicado, ele disse: “É covarde e inaceitável recorrer à violência, ameaças e intimidação como meio de subverter o Estado de Direito ou suprimir a liberdade de expressão e o activismo cívico. Instamos as autoridades libanesas, incluindo o sistema judicial e líderes políticos, a responsabilizar aqueles que cometem tais actos bárbaros sem demora ou excepção”.

O corpo de Lokman Slim foi descoberto seis meses após a terrível explosão de 4 de Agosto de 2020 em Beirute, que matou centenas e feriu milhares de pessoas. A investigação doméstica sobre a explosão foi retomada este mês. É importante que a justiça libanesa demonstre que pode agir para garantir o respeito pelo Estado de Direito.

Numa declaração conjunta, o secretário de Estado Anthony Blinken e o ministro das Relações Exteriores da França, Jean-Yves Le Drian, reiteraram o "apoio total e inequívoco dos seus governos ao povo libanês", incluindo a extensão urgente de ajuda à saúde, educação, habitação e outros tipos de assistência.

Os dois governantes acrescentaram, no entanto, que “a França e os Estados Unidos também esperam resultados rápidos na investigação das causas da explosão”.

“O aniversário de seis meses desse trágico evento ressalta a necessidade urgente e vital das partes interessadas libanesas de finalmente agirem à luz dos compromissos que assumiram para formar um Governo confiável e eficaz e preparar o caminho para a implementação das reformas necessárias, de acordo com as aspirações do povo libanês ”, escreveram o secretário Blinken e o ministro das Relações Exteriores Le Drian. “Essas ações concretas são cruciais para o engajamento da França, dos Estados Unidos e dos seus parceiros regionais e internacionais para fornecer apoio estrutural adicional de longo prazo ao Líbano”, concluíram aqueles governantes.

XS
SM
MD
LG