Accessibility links

Breaking News

Estados Unidos impõem sanções a membros da rede de inteligência do Irão


Masih Alinejad, jornalista iraniana-americana alvo de tentativa falhada de sequestro por parte do Irão

Os Estados Unidos impuseram sanções a quatro membros de uma rede de agentes dos Serviços de Inteligência do regime iraniano.

A acção segue às acusações criminais anunciadas pelo Procurador dos EUA para o Distrito Sul de Nova Iorque, em Julho, contra quatro iranianos por tentativa de sequestro de uma cidadã norte-americana em solo norte-americano com a intenção de leva-la à força para o Irão.

O alvo do sequestro foi Masih Alinejad, jornalista iraniana-americana, activista de direitos humanos e crítica do regime iraniano, que, entre outras actividades, apresenta um popular programa de televisão na Voz da América.

O secretário de Estado dos EUA, Antony Blinken, classificou a tentativa de sequestro de "uma violação flagrante das normas internacionais fundamentais". Ele apontou em comunicado que, além dessa trama específica, “os Estados Unidos continuam cientes do permanente interesse iraniano de visar outros cidadãos americanos, incluindo actuais e ex-funcionários dos EUA”.

Os quatro iranianos alvos das sanções são Alireza Shahvaroghi Farahani, oficial de inteligência baseado no Irão, que lidera uma rede de agentes de inteligência que inclui os três outros indivíduos: Mahmoud Khazein, Kiya Sadeghi e Omid Noor. O secretário Blinken observou que essa rede foi encarregue, não apenas do sequestro da jornalista iraniana-americana, mas também tem como alvos dissidentes iranianos no Reino Unido, Canadá e Emirados Árabes Unidos.

Os quatro agentes iranianos foram sancionados por terem agido em nome do Ministério de Inteligência e Segurança do Irão (MOIS), uma entidade já alvo de sanções e uma das instituições mais temidas do Irão.

Como o Departamento do Tesouro dos EUA indicou num anúncio separado sobre as sanções impostas contra a rede de inteligência iraniana, "o MOIS desempenhou um papel fundamental na violação brutal dos direitos humanos do Governo iraniano contra os iranianos" e a "repressão iraniana, muitas vezes realizada pelas mãos do MOIS, também se estendeu além das fronteiras do Irão, com uma série de conspirações semelhantes na Europa e noutros lugares. ”

As sanções contra os quatro operativos iranianos significam que qualquer propriedade que eles possuam nos Estados Unidos está bloqueada, nenhum cidadão americano pode fazer negócios com eles e as instituições financeiras estrangeiras que realizarem transacções significativas com eles também estão sujeitas a sanções.

O secretário de Estado Antony Blinken reiterou que os Estados Unidos “não tolerarão esforços para intimidar jornalistas independentes ou silenciar as suas vozes. Nós responsabilizaremos os seus autores e não vamos tolerar quaisquer ataques a cidadãos norte-americanos aqui ou no exterior”.

XS
SM
MD
LG