Accessibility links

Breaking News

Estados Unidos impoem sanções contra dirigentes corruptos da Nicarágua


Presidente da Nicaragua Daniel Ortega discursando em cerimónia dos 199 anos de independência , em Managua, Nicarágua, 15 Setembro, 2020.

Os Estados Unidos continuam comprometidos em responsabilizar o regime de Daniel Ortega e expor aqueles que suprimem a vontade democrática do povo da Nicarágua. É por isso que os Estados Unidos impuseram sanções a Marvin Ramiro Aguilar Garcia, Walmaro Antonio Gutierrez Mercado e Fidel de Jesus Dominguez Alvarez. Os três favoreceram e se beneficiaram do regime corrupto da Nicarágua.

Marvin Ramiro Aguilar Garcia é vice-presidente do Supremo Tribunal de Justiça, secretário nacional de política do Conselho de Liderança Sandinista e membro do Conselho de Administração e Carreira Judicial do Tribunal Supremo de Justiça da Nicarágua, o que garante a selecção de partidários do regime para posições importantes. Como Secretário Político Nacional, Aguilar assessora directamente o Presidente Ortega e o vice-presidente Rosario Murillo e supostamente coordena o combate a membros da oposição pró-democracia.

Walmaro Antonio Gutierrez Mercado é deputado da Assembleia Nacional e presidente da Comissão de Produção, Economia e Orçamento. Ele defendeu publicamente a polémica Lei dos Agentes Estrangeiros, que especifica que os indivíduos e entidades na Nicarágua que recebem fundos do exterior devem registar e produzir relatórios mensais detalhados para oMinistério do Interior. A lei também impede tais indivíduos e entidades de participarem do processo político.

O secretário de Estado Mike Pompeo disse que “antecipa que esta lei, que contempla multas e outras sanções legais por incumprimento, será invocada para restringir os direitos civis e políticos de certos indivíduos ou organizações que o Governo arbitrariamente considera uma ameaça . ”

Fidel de Jesus Dominguez Alvarez, chefe da Polícia Nacional da Nicarágua em Leão, teria dirigido agressões contra muitos cidadãos e jornalistas nicaraguenses. Dominguez terá coordenado o ataque a uma estação de rádio independente e o espancamento de um jornalista por oficiais da Polícia Nacional da Nicarágua. Dominguez também esteve supostamente envolvido no abuso e espancamento de um ex-deputado da oposição e outros opositores de Ortega.

O Governo dos Estados Unidos continuará a tomar as medidas necessárias para apoiar o povo nicaraguense e pressionar o regime de Ortega a cessar a sua repressão, respeitar os direitos humanos e permitir a criação de condições para a realização de eleições livres e justas que restaurariam a democracia na Nicarágua.

XS
SM
MD
LG