Accessibility links

Breaking News

EUA e Japão enfrentando os desafios no Indo-Pacífico


Secretário da Defesa dos EUA Lloyd Austin

O Secretário de Estado Antony Blinken e o Secretário da Defesa Lloyd Austin reuniram-se recentemente com os seus homólogos japoneses o Ministro dos Negócios Estrangeiros, Hayashi Yoshimasa, e o Ministro da Defesa, Kishi Nobuo, na reunião virtual do Comité Consultivo de Segurança EUA-Japão.

Os Ministros reafirmaram fortemente o seu empenho numa região livre e aberta Indo-Pacífico e reconheceram o papel crítico da Aliança EUA-Japão como pedra angular da paz, segurança e prosperidade regional.

O Secretário Blinken salientou que a Aliança EUA-Japão é mais forte do que nunca e "precisa de ser para enfrentar os desafios que enfrentamos hoje".

"A China e a Rússia continuam a violar as normas internacionais - em terra, no mar, no espaço, no ciberespaço. As acções provocatórias de Pequim continuam a levantar tensões através do Estreito de Taiwan, e nos mares do Leste e do Sul da China. A acumulação militar de Moscovo nas fronteiras da Ucrânia e a sua retórica cada vez mais dura não só ameaçam a soberania e a integridade territorial da Ucrânia, como também a paz e a estabilidade em toda a Europa. E Pequim e Moscovo estão a aprofundar a sua cooperação militar. Entretanto, os programas nucleares e de mísseis ilegais da RPDC representam uma ameaça permanente, e vimos isso novamente. ... com o lançamento mais recente".

Para enfrentar estas ameaças em evolução, disse o Secretário Blinken, "a nossa aliança deve não só reforçar os instrumentos que temos, mas também desenvolver novos instrumentos".

O Japão reiterou a sua determinação em reforçar as suas capacidades de defesa para reforçar a sua defesa nacional e contribuir para a paz e estabilidade regionais. Os Estados Unidos expressaram o seu empenho inabalável na defesa do Japão ao abrigo do Tratado de Cooperação Mútua e Segurança EUA-Japão, utilizando toda a sua gama de capacidades, incluindo nucleares.

Os Estados Unidos continuam empenhados em opor-se a qualquer acção unilateral que procure alterar o status quo ou prejudicar a administração japonesa das Ilhas Senkaku.

Os Ministros expressaram também preocupações sérias e permanentes sobre questões de direitos humanos na República Popular da China, na Região Autónoma Xinjiang Uighur e em Hong Kong. Comprometeram-se a cooperar com todos os que partilham um compromisso de respeito pela liberdade, democracia, direitos humanos, Estado de direito, e uma ordem económica livre e justa.

"Estamos a promover uma maior coordenação com outros aliados e parceiros", disse o Secretário Blinken, "revigorando o Quad, juntamente com a Índia e a Austrália; aprofundando os laços trilaterais EUA-Japão-Coreia do Sul".

"Por estas e tantas outras razões", disse o Secretário Blinken, "a nossa aliança nunca foi tão crucial para a realização de uma visão partilhada para um Indo-Pacífico livre e aberto".

XS
SM
MD
LG