Accessibility links

Breaking News

Ajudar o mundo a combater a COVID-19


Fila para teste COVID-19 no Hospital Fourways Life em Joanesburgo, Africa do Sul, 28 Junho 2021

Na sua recente reunião cimeira na Grã-Bretanha, o grupo de democracias conhecido como G7+ comprometeu-se a partilhar pelo menos 870 milhões de doses da vacina COVID-19. Estas doses, combinadas com os compromissos assumidos desde Fevereiro de 2021, constituirão uma doação de mais de 1 bilião de doses durante o próximo ano. Os Estados Unidos contribuirão com metade das doses.

“A nossa prioridade internacional é acelerar o lançamento de vacinas seguras e eficazes, acessíveis e a preços acessíveis para os países mais pobres, notando o papel da imunização extensiva como um bem público global", escreveram os líderes do G7 numa declaração.

O Presidente Biden congratulou-se com o compromisso histórico que se seguiu ao seu próprio anúncio que conduziu à cimeira - que os Estados Unidos comprarão meio bilião de doses do vacina COVID-19 da Pfizer/BioNTech para doar a quase 100 nações e economias, incluindo 92 economias de baixa e média renda que estão em extrema necessidade na luta contra esta pandemia. Como o Presidente salientou, os Estados Unidos estão a fazer "a maior compra e doação única de sempre de vacinas COVID-19 por qualquer país .”

“Estas 500 milhões de vacinas começarão a ser expedidas em Agosto tão rapidamente quanto saiam da linha de produção", disse o Presidente Biden. "Duzentos milhões destas doses serão entregues este ano, em 2021, e mais 300 milhões serão entregues na primeira metade de 2022".

O compromisso dos EUA de doar meio bilião de doses de vacinas COVID-19 da Pfizer à luta global vem juntar-se aos pelo menos 80 milhões de doses anteriormente anunciados pelo Presidente Biden e aos 2 biliões de dólares de financiamento que os Estados Unidos concederam em apoio ao COVAX, o mecanismo internacional de fornecimento seguro e eficaz de vacinas COVID-19.

O compromisso recentemente anunciado pelos países do G7 significa que desde 2020, os parceiros do G7 comprometeram-se a financiar e fornecer mais de 2 mil milhões de vacinas para o mundo. O G7 está também empenhado em expandir a produção local de pelo menos 1 bilião de doses de vacinas COVID-19 seguras e eficazes em 2021 e 2022, inclusive através de parcerias como a Parceria Quad Vaccine dos Estados Unidos, Austrália, Índia e Japão.

O Presidente Biden observou que havia um claro consenso entre os parceiros do G7 de que os seus recentes compromissos não marcam o fim dos seus esforços para derrotar a COVID-19. "Isto", declarou,” vai ser um projecto constante durante muito tempo".

XS
SM
MD
LG