Accessibility links

Breaking News

Detido de Guantanamo transferido para Marrocos


Base naval de Guantanamo Bay, Cuba (arquivo)

Os Estados Unidos estão empenhados em reduzir de forma responsavel a população prisional no centro de detenção de Guantanamo Bay, em Cuba, e, por fim, em fechá-lo.

A 19 de Julho, o Pentágono anunciou que Abdul Latif Nasir, um cidadão marroquino que estava detido nas instalações de Guantánamo desde 2002, foi transferido para o Reino de Marrocos. Nasir tinha sido capturado no Afeganistão e foi acusado pelo governo dos EUA de lutar com os Talibãs e de servir como treinador de armas para a Al-Qaeda.

Numa declaração, o Pentágono afirmou que em 2016, o processo do Conselho de Revisão Periódica determinou que a detenção de Nasir já não era "necessária para proteger contra uma ameaça significativa e contínua à segurança dos Estados Unidos". Sob a anterior administração dos EUA, que se opôs ao encerramento das instalações de Guantánamo, no entanto, quase todas as transferências de detidos foram suspensas. Abdul Nasir é o primeiro detido a ser repatriado para o seu país de origem desde que o Presidente Biden tomou posse.

Numa conferência de imprensa, a porta-voz da Casa Branca Jen Psaki disse: "O nosso objectivo é fechar a Baía de Guantanamo". Ela observou que após a transferência de Nasir, há "39 detidos que permanecem.... Dez são elegíveis para transferência, 17 são elegíveis para a Comissão de Revisão Periódica, 10 estão envolvidos no processo das comissões militares e 2 foram condenados".

O porta-voz do Departamento de Estado Ned Price elogiou o papel de Marrocos na transferência de Nasir, dizendo numa declaração, "a liderança de Marrocos na facilitação do repatriamento de Nasir, juntamente com a sua vontade anterior de devolver os seus combatentes terroristas estrangeiros do nordeste da Síria, deveria encorajar outras nações a repatriar os seus cidadãos que viajaram para lutar por organizações terroristas no estrangeiro".

Questionada quando é que os dez detidos que foram considerados elegíveis para transferência pela Comissão de Revisão Periódica podem ser transferidos, a Porta-voz da Casa Branca, Psaki, disse: "Não tenho uma linha do tempo para si. Como sabe, há um processo... e estamos a considerar todas as vias disponíveis para transferir de forma responsavel os detidos e, claro, fechar Guantanamo Bay".

Anncr: That was an editorial reflecting the views of the United States Government.

XS
SM
MD
LG